Ragoo Blog

Bem vindo ao cérebro Ragoo. Tenha em mãos papel e caneta, anote tudo o que achar interessante e caso tenha alguma duvida entre em contato através do e-mail contato@ragoo.com.br
Untitled design

Como inovar um produto que já existe

5 de julho de 2016 - estratégias, how-to, inovação - , , , , , ,

Existem diversas empresas e diversos produtos, cada um com um diferencial, com um posicionamento e com um público alvo especifico. Já foi a época em que a missão e a visão causava algum tipo de comoção em seus consumidores e funcionários, hoje é preciso de muito mais para fazer sua empresa ou seu projeto ser bem-sucedido. Não é no marketing e nem no conceito da marca que está a chave para destacar a sua empresa das outras.

A chave para transformar a sua empresa, a sua marca e aumentar suas vendas drasticamente está na INOVAÇÃO.

Não há outro meio, não há formula secreta, há apenas um bom conhecimento no seu mercado e uma intuição mesclada com autoconfiança para fazer o que deve ser feito.

Na verdade, sempre foi assim. Todas as grandes empresas que existem hoje, só são bem-sucedidas por causa da inovação.

Infelizmente existe atualmente uma cultura do dinheiro fácil, divulgada através do marketing digital, lançamentos, vídeos no Youtube, ou seja lá qual for a nova onda do momento ou promessa para você enriquecer em 1 semana.

Isso faz com que diversas pessoas, de diversas áreas que nunca estudaram por mais de uma semana marketing ou empreendedorismo ganhasse dinheiro e inundasse o mercado com produtos medíocres e nada uteis, tudo com uma chamada falsa para transformação.

Porém se você está lendo isso, você não é mais uma ovelha desse rebanho, motivado apenas a vender qualquer que seja o “produto” que você tem, apenas para ganhar dinheiro e realizar uma transformação na própria vida, esquecendo a promessa que fizeram a outras pessoas.

Mas calma lá, nós da Ragoo não queremos causar polêmica dizendo que a maioria dos produtos digitais ou mesmo físicos só existem para satisfazer e transformar apenas a vida de seus criadores (Por mais que as vezes isso seja verdade).

Existem diversas empresas e empreendedores que se preocupam além do próprio nariz, dando conteúdo útil e realmente transformador, além de oferecer soluções que ajudam de verdade.

Pode ser do nicho que for, sempre haverá pessoas honesta e realmente interessadas em transformar a vida de outras pessoas, por mais que o objetivo a longo prazo seja a transformação da própria vida.

 

Ok, já falou bastante, mas como eu inovo o meu produto?

apple-593223_1920

A Apple é uma das empresas que mais renovam o seu produto

Isso não é tão simples quanto parece, inovar é uma constante, onde sua mente deve estar programada para pensar em soluções que não existem.

Você já deve ter lido algum artigo sobre os hábitos dos maiores empreendedores e pessoas de sucesso.

Se você já leu algo do tipo, você já deve ter visto eles falarem que fazem alguma dessas coisas:

  • Acordar cedo
  • Se exercitar
  • Andar com um bloco de notas
  • Tomar um bom café da manhã
  • Ler bastante livros de não ficção

Antes de fazer qualquer uma dessas coisas, você deve se perguntar: “Porque eles fazem isso? ”

Se você se perguntar isso, vai perceber que eles só fazem o que fazem, porque a mente deles está programada para inovação.

Pensa comigo: Porque algum empreendedor que só está focado em ganhar dinheiro com um produto medíocre iria querer andar com um bloco de notas?

O que ele iria anotar?

Agora se você pensar em alguém como o Richard Branson, que está a todo momento criando empresas e soluções inovadoras, andar com um bloco de notas faz sentido.

 

Qual tipo de inovação a minha empresa precisa? Ruptura ou Incremental?

A inovação de ruptura causa um efeito grande em outros setores, assim como o Uber fez com a profissão do taxista.

A inovação de ruptura causa um efeito grande em outros setores, assim como o Uber fez com a profissão do taxista.

É comprovado que a sua empresa precisa inovar para sobreviver através dos anos, a não ser que você queira ganhar um pouco de dinheiro durante um pequeno período de tempo e depois ter que voltar a ser um empregado ou até mesmo ser demitido se você trabalha na área de inovação de uma empresa.

Para que você comece a pensar em inovar, você deve saber a diferença entre os dois tipos de inovação que existem: A incremental e a de ruptura. Você pode estuda-las um pouco mais no post “5 coisas sobre inovação que todo mundo deveria saber”.

Mas resumindo de uma forma simples, a inovação incremental é o tipo de inovação na qual você apenas melhora alguns pontos em um produto que já existe, como por exemplo, no caso de um smartphone, você melhora a qualidade da câmera e capacidade de memória.

Esse tipo de inovação é bom para aumentar a sua fatia de mercado já existente, mas não é ela que vai fazer você criar uma empresa duradoura e bem-sucedida, talvez até faça, mas por pouco tempo.

Se você tem uma cafeteria, vender um tipo de café com mais nutrientes não vai fazer tantas melhorias no seu negócio.

Já a inovação de ruptura causa uma ruptura naquilo que já conhecíamos. Na maioria dos casos cria um mercado novo, com um público completamente novo.

Com certeza esse tipo de inovação é mais difícil de ser criada e também de ser vendida. Porque na maioria dos casos você deve ensinar o seu público alvo sobre o que o seu produto se trata.

Porém, um marketing efetivo, é o tipo de marketing que ensina o seu consumidor e não apenas faz oferta atrás de oferta.

Se você ensina algo ao seu consumidor você cria valor, e é esse valor que você oferece a ele que vai dar o verdadeiro significado da sua inovação.

Se você entender bem essa ordem, você vai entender como vender um produto inovador.

  1. Crie um conteúdo que realmente importe para o seu cliente
  2. Automaticamente crie valor para sua empresa e seu produto.

Mas antes de criar conteúdo e valor para o seu cliente, você deve criar um produto inovador.

Para você criar um produto realmente inovador, você tem 2 caminhos a seguir:

  1. Sua intuição
  2. Alguma técnica que te ajude a criar um produto diferente.

Ambas as opções possuem um lado bom e ruim, porém eu recomendo que você fique com a 2ª opção.

O grande problema da 2ª opção é que a maioria das técnicas que existem por aí podem até te ajudar a criar um produto inovador que seja vendável, mas na maioria das vezes esses produtos não são criados seguindo a sua verdadeira paixão. E a paixão pelo que você faz é fundamental para você criar algo grandioso.

Nós da Ragoo criamos uma técnica completamente inovadora para você criar um produto inovador do zero a partir dos seus gostos e preferencias, unindo assim o útil ao agradável, mas isso fica para um outro post.

O que estamos explicando aqui é como você inova um produto que já existe e basicamente essas duas opções também funcionam para o seu produto.

Você pode inova-lo seguindo a sua intuição ou utilizar alguma técnica que ajude o seu produto a ser diferente.

Porém se você quisesse seguir a sua intuição você não estaria lendo isso, então sendo assim, vou supor que você esteja procurando alguma técnica que o ajude. E é isso o que eu vou te ensinar agora.

 

A técnica

Bom, essa técnica que vou te ensinar aqui, você pode aplicar no seu produto, independente da fase que ele está. Ela não é bem uma técnica de inovação e sim de marketing. Porém poucas as pessoas a aplicam da maneira correta.

Mas não se preocupe. Isso é o que eu vou te ensinar agora: Aplicar essa técnica da maneira correta, para com que ela você consiga inovar o seu produto, ou pelo menos crie um diferencial nele.

Essa técnica é básica para qualquer profissional que possua uma empresa e você já deve ter ouvido a falar dela: A diferenciação

Sim. É isso mesmo. Diferenciação. Não é nada do outro mundo, mas essa técnica aplicada da maneira correta, pode, com certeza, inovar o seu produto e a sua empresa.

Então vamos a ela.

 

Diferenciando um produto da maneira correta

A diferenciação é uma das melhores estratégias que você pode aprender.

A diferenciação é uma das melhores estratégias que você pode aprender.

A diferenciação de um produto é a melhor maneira de você manter um produto competitivo através dos anos.

Dominar essa técnica é essencial para você conseguir sempre ter uma relevância no mercado em que você atua. Porque uma hora ou outra será necessário colocar essa estratégia em prática novamente.

Para você diferenciar um produto, você tem que ter em mente algumas táticas que nós, profissionais de marketing costumamos pensar sempre que vamos lançar uma campanha.

Uma dessas táticas é saber os objetivos corretos para fazer algo relevante e significativo para sua empresa:

  • Importância: oferece algo que tenha um valor grande para seu cliente
  • Destaque: se destaca quando é comparado com outros produtos
  • Superioridade: de todas as outras táticas usadas pelas outras empresas, a sua é superior
  • Exclusividade: não pode ser facilmente copiada pela concorrência
  • Acessibilidade: o comprador deve ter a opção de ter um produto mais barato, ou simplesmente pagar pela diferença
  • Lucratividade: deve ser lucrativa para a empresa

Quando você adequa suas estratégias de acordo com os itens acima, as probabilidades de algo dar errado diminuem significativamente. Por isso é importante você conhecer as estratégias certas.

Para diferenciar um produto, você precisa seguir um processo criativo complexo, mas já existem alguns caminhos que você pode seguir, os quais são

  1. Diferenciação por produto:

É algo complexo dizer que você pode diferenciar por produto, ainda mais em um blog sobre inovação como a Ragoo, onde nós focamos todas as nossas energias em criar um produto diferente.

Para diferenciar por produto você pode seguir alguma das ramificações abaixo:

  • Forma (A forma física do seu produto pode ser mais ergonômico? Mais bonito?)
  • Estilo (A embalagem do seu produto pode ser mais chamativa? A cor do seu produto pode ter um envolvimento maior com seu cliente?)
  • Durabilidade (O seu produto dura mais que os dos concorrentes?)
  • Desempenho (O seu produto é mais eficiente? Esse desempenho superior é visível para seus clientes?)
  • Design funcional (É basicamente a junção de forma, estilo e desempenho)
  • Facilidade de reparo (Seu produto é fácil de reparar? Seu serviço tem um bom service desk?)

2. Diferenciação por características únicas

Esse tipo de diferenciação pode ser considerado uma ramificação da diferenciação por produto também. O que temos que ter em mente é que a sua empresa é o seu produto, portanto poucos são os tipos de diferenciação que não irão abordar o seu produto.

Quando falamos de diferenciação por características, estamos dizendo de algo que o seu produto tem que os de seus concorrentes não possuem. Podemos usar como exemplo, a roupa extra larga, no caso da indústria da moda, ou um pendrive com maior memória.

O grande problema desse tipo de diferenciação é que ele na maioria das vezes é incremental, onde você simplesmente acrescenta algo a mais no seu produto e não muda ele drasticamente. Mas como estou supondo que você já tem um produto, vale a pena você mudar ele aos poucos antes de mudar ele radicalmente.

3. Diferenciação pelo preço

Essa estratégia é bem arriscada, pois se o preço for o único fator de diferenciação do seu produto e os dos seus concorrentes, você pode ser deixado para trás facilmente.

O que eu recomento é que você utilize algo como um pacote fechado, onde um cliente pode levar mais unidades por um preço menor. Porém quando o preço for por unidade sempre mantenha a relação com o preço de seus concorrentes.

Se você abaixar muito o preço de seu produto, ele pode ser desvalorizado pelo seu consumidor. Mas quando você vende grandes quantidades com o preço menor, essa associação a um produto com menos valor não ocorre na mente de seus clientes.

4. Diferenciação por serviço ou produto adicional

Nesse tipo de diferenciação, você não precisa mudar o seu produto, você pode simplesmente adicionar um serviço que seus clientes não possuem. Ou se você presta serviço, de um produto adicional.

A graça dessa estratégia é você oferecer algo que o seu cliente não espera.

Vou citar alguns exemplos:

  • Se você trabalha com marketing digital, ofereça algum tipo de consultoria além do seu e-book
  • Se você vende chocolate, ofereça entrega a domicilio
  • Se você é manicure, ofereça uma massagem gratuitamente
  • Se você é coach, faça o contrário, ofereça um produto como símbolo entre o serviço que você prestou. Pode ser um vinho, um chaveiro ou uma camiseta.

5. Diferenciação por comunicação direta

Eu acho muito legal esse tipo de comunicação. Se você vende algum tipo de produto, deixe alguma mensagem junto dele. Você pode imprimir um lembrete em uma pequena folha e colocar junto com o seu produto, informando algo sobre ele que seus clientes não saibam.

Ou você pode criar um canal de comunicação na qual seu cliente pode tirar suas dúvidas e ser respondido na hora (A Netflix usa muito bem essa estratégia no Facebook). A ideia é você se comunicar de uma maneira pessoal com o seu cliente, de uma maneira que seus clientes não façam.

 

Conclusão

Fica claro aqui que a diferenciação, se aplicada da maneira correta, é uma arma na mão de um profissional de marketing (Não gosto de falar marqueteiro).

Pois se você aplicar a diferenciação na sua empresa e no seu produto, você com certeza ira se destacar da maneira certa.

O único problema com isso é que ela gera custos que as vezes você não possui. Você vai acabar tendo que ter um ganho menor para, consequentemente, atingir um público maior.

É por isso que grandes empresas criam diversas linhas de produtos, mesmo quando um produto ainda está em alta no mercado.

Pois quando esse produto mais antigo, estiver ficando obsoleto, ela já tem uma carta na manga testada pelo mercado que ela quer atingir.

Ou seja. Se você tem um produto agora, crie outro paralelo, aplique alguma estratégia de diferenciação nele e lance com outro nome. Assim quando seu produto atual estiver obsoleto, o outro já vai estar no mercado a tempo suficiente para ter dados concretos dos próximos passos que você deve seguir.

Então é isso aí.

Se você gostou desse post, divulgue com os seus amigos e mostre para eles que você é bem informado.

Se ficou alguma dúvida ou se você tem alguma sugestão, comente que nós vamos responder.

Um abraço!

Arthur Soares

Empreendedor, músico, fotógrafo, marketólogo, fundador da Ragoo Brasil.

8 Comments
  • graziela martins nogueiraResponder

    Boa tarde, na verdade estou precisando de ajuda , estou num curso técnico de administração e preciso inovar um produto já existente. O produto é um vidro de colágeno com 60 cápsulas da flora 7 ervas e não sei como fazer essa apresentação. Você poderia me ajudar?

    16 de julho de 2016
    • Arthur Soares
      Arthur SoaresResponder

      Ola Graziela, tudo bem? Podemos te ajudar sim, só que precisamos entender esse seu produto. Me mande um e-mail explicando do que se trata. contato@ragoo.com.br

      17 de julho de 2016
  • sabrina silva bragaResponder

    Olá, boa noite! Estou com um trabalho da faculdade, preciso apresenta um produto existente no mercado. Poderia me ajuda..

    28 de novembro de 2016
  • FranciscoResponder

    Excelente

    3 de maio de 2017
  • Adeilma RibeiroResponder

    Ola eu tenho uma Barraca de Tapioca pretendo abrir uma Tapiocaria mais aqui na minha região ja existem algumas ! Como faço para abrir e ter sucesso?

    3 de maio de 2017
    • Arthur Soares
      Arthur SoaresResponder

      Oi Adeilma, envie um e-mail para nós através do contato@ragoo.com.br e ficaremos gratos em lhe ajudar.

      7 de junho de 2017
  • Isabela freitasResponder

    Preciso criar um produto ou fazer uma melhoria em produtos que já exista para o curso de administração na matéria de técnicos de vendas e marketing mas não tenho nenhuma ideia.Poderia me ajudar?

    28 de julho de 2017
"Inovação é o que distingue um líder de um seguidor"
Steve Jobs

Deixe uma resposta